12 de nov de 2010

Solidão

ANDANDO AO RELENTO
ME ENCONTRO COM O
VENTO

MADRUGADA ADENTRO
PASSOS SEM DIREÇÃO
MINHA BÚSSOLA E A
SOLIDÃO

SEM NORTE
SEM SORTE
MEU MOTE
E O VAZIO

EU CAMINHO
ANDO SOZINHO
SEM INDEPENDÊNCIA
SEM CRENÇA

COMO POSSO EM ALGO ACREDITAR
NO AMOR
NA SORTE
NO AZAR

QUERO RESPOSTAS
DENTRO DE MIM
TUDO QUE TENHO
TUDO QUE PERDI


SORRISOS ENCONTREI
CARINHO
CONFORTO
GOZO

ENCONTREI TAMBÉM O INVERSO
DOR
SEMBLANTE FECHADO
AMORES NEGADO
DESCONFORTO
CHORO

VOU PROCURAR SABER SE TUDO FIZ POR MERECER
NESSA NOITE SOZINHO
SE AMANHA COM A CHEGADA DO SOL
NÃO ENCONTRAR RESPOSTAS


A NOITE VOLTO A CAMINHAR 

(Nereu Airto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário