20 de nov de 2010

Esperando um novo amor

Ligo a televisão,controle remoto na Mao,
nada me enterte,olho a tela
inerte.

quem sabe lendo um livro, sempre um sábio amigo,
mais mal consigo uma frase ler,
nem PAULO COELHO,consegue me entreter

uma boa musica então?
ligo o som,parece que o DJAVAN esta mudo
ele canta e eu nada
escuto.

ate na pornografia tentei a mente desanuviar
mais nem excitado fiquei.

preciso de um ombro amigo pra desabafar,
a sensações que só o corpo humano
pode dar

vou desabafar
faço de tudo pra mudar
outros caminhos trilhar,
cheguei ate a me embriagar

tentei não ser impulsivo,
ser racional
tentei certas crenças
doutores dizem não ser doença

mais sofro dessa abstinençia

amei de corpo alma e coração
essa amada um dia disse não
fiquei sem chão

você já sofreu assim?
mais sabe foi bom com você me abrir.

eu a amo mais a vida tem que
seguir
o melhor de mim ainda por
vir

revigorado estou
obrigado ,
espero novos tempos
ainda sofro
por dentro
 
deixo o senhor tempo
curar essa dor

esperando outro amor. 

(Nereu Airto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário