15 de abr de 2011

Negro Brasileiro

Sou filho de preto
venho do gueto
irmão de zumbi
mais cuidado tenha respeito
isso não e defeito
o BRASIL,e miscigenado
deveríamos estar no mesmo barco
sem ser julgado pela cor
pela raça ou credo

sei que da onde venho
educação e cultura
são pra poucos
outros no desejo afoito
de conquistas
preferem sair na pista
nessa vida louca bandida

meu vocabulário e cheio de
gíria

mais se liga
não sou bandido

sei que me compara
com aquele cara
branco abastado
dentição perfeita
usa gravata de seda
com cartão de credito
na carteira

de sapato cromado
falando em inglês

eu vou pro trampo
de chinelos de dedo
pra ganhar um salário mínimo
pegando busão
uma marmita na mochila

brasileiros com destino diferentes
mais sou um cidadão como esse cara

corro atrás mais não puxo arma pra nimguem
não ponho o dedo no gatilho
pra tua vida não dou um triste destino

tive uma mãe que me educou
eu vi a dor ,de mães que enterraram seus
filhos
vi o desespero dos amigos de infância
indo em cana

ai bacana
vou te ligar uma ideia
se liga e aprende

vi muita loucura na minha quebrada
o vicio deixando os manos loucos
meninas vendendo o corpo por causa
de uns troco

pivete sem escola
sem opção
burguês na boca do trafico
com ténis nike na mão

mais fui educado a ter respeito
não tenho cultura
que nem a tua
ou o daquele cara

livro pra mim só a
bíblia sagrada
que minha mãe com dificuldade lia
e os ensinamentos me ensinava

assim eu cresci
sobrevivi
na dificuldade
na precariedade social
nesse pais estabelecida

com a elite me desprezando
pela minha cor de pele
pela minha moradia
os policia colam aqui
louco pra matar
não vem o crime prevenir

mais aquele cara
que vc tanto
admira

teve educação esmerada
nunca sentiu um vazio no estômago

quando era moleque curtia na disneylandia
ouvi um papo que ele beijou a MADONNA
mais na boa sou mais a ALCIONE
que bota a boca no trombone 
sei que vc me julga porque sou da
favela
e aquele cara mora numa cobertura
eu ignorante
ele cheio de cultura

mais vou te ligar
sabe aquele papo que rola na minha bocada

aquela droga que e vendida que leva famílias pro buraco
que causa tanta desgraçada

quem abastece quem a fornece
pra ser consumida
e manos se liga

quem traz ela pra cá
e esse cara que vc esta a estimar

me diz então meu irmão

quem e o bandido em questão
não me julgue
tenha respeito

sou filho de preto
sou do gueto
descendente dos navios negreiros

mais sou um cidadão brasileiro


Nereu

Nenhum comentário:

Postar um comentário