2 de abr de 2011

RATO ou HOMEM,pra NATUREZA PRESAS INDEFESAS

Um rato sai da toca
esperto
observa o terreno
sente-se seguro
começa mais uma jornada
pra assegurar sua sobrevivençia
vai em busca de alimento

mais sem poder imaginar
que logo presa vai
virar

pois do alto
com sua visão apurada
esta a avista-lo
uma águia soberba
ave de rapina que e
vê que o pequeno rato
hoje vai virar seu prato

o rato zigue-zagueando
a águia do alto
observando

o pequeno camundungo
pensa estar seguro
mais o grito estridente
da águia o deixa
paralisado

a águia rápida como uma flecha
abre as asas e num voo rasante
suas garras afiadas
eliminam aquela vida
em poucos instantes

no ninho seu bico como
navalha
dilaceram
as vísceras
do rato
que a alimenta

e assim que funciona
a força da natureza
pouco importa
a beleza ou singeleza
do outro
ser

o mais forte sempre vai vencer

e o que sobra dessa minha
narrativa, então?

e que depois de ver
essas ultimas imagens
na televisão

sou um homem mais me sinto
um rato

por mais seguro que possa me sentir
a força da natureza me transforma
numa indefesa
presa

terremotos
tsunami
enchentes
furacões

força da natureza
que em segundos
transformam castelos
em entulhos

milhares de vidas dizimadas
sem piedade
compaixão

olhando pro alto
peço proteção

pois como a águia
que vê no rato uma presa
indefesa

assim e o homem pra força da
natureza
uma pobre presa

mesmo que ele
brinque de DEUS
na terra
com sua soberba



NEREU

Nenhum comentário:

Postar um comentário